A AMBEU e as dificuldades em sua região

Em tempos passados, muitas pessoas adquiriram lotes no entorno dos bairros que se formavam nas proximidades da nova região do “Campolim”, levadas pela promessa de morar em bairro residencial, por consequência, mantidos na tranquilidade e na calma apropriadas à convivência familiar, neles construindo suas residências unifamiliares, como assim deveria ser, por força da legislação.

Juntamente com outros acontecimentos, o crescimento da cidade trouxe também a incompreensível prática de alterações e distorções da legislação, também com forçadas interpretações de “entrelinhas”, modificando e contrariando a original intenção do legislador.

Tal prática vem sendo intensificada, desvirtuando determinações legais e transformando antigos conceitos em procedimentos opostos.

Esse indesejado fenômeno afetou a grande região do “Campolim”, para ela levando diversificadas edificações que nada tem da antiga promessa de “bairros residenciais”, obrigando os moradores à conviverem em meio a enormes torres com centenas de apartamentos, além de escritórios e estabelecimentos comerciais, barulhentos bares, restaurantes e mal disfarçados prostíbulos, e, com eles, as indesejadas consequências; trânsito caótico, insegurança, deficientes serviços de saneamento, transporte e saúde!

A Associação de Moradores dos Bairros Elton Ville, Uirapuru e Adjacências, a AMBEU, uma entidade sem fins lucrativos, nasceu como consequência natural desses acontecimentos!

Sentindo-se lesados com a deformação do ambiente residencial outrora prometido, desamparados pelos poderes públicos e ignorados pelos seus representantes eleitos, os inconformados proprietários e moradores da região fundaram aquela entidade para defender seus direitos, então entendidos como vilipendiados.

Alguns dos principais problemas e dificuldades da região abrangida pela AMBEU são;

  • Construção de aglomerados de altíssimos prédios, aglutinando centenas de apartamentos em áreas relativamente pequenas.
  • Gigantescos conglomerados comerciais explorando ao extremo cada centímetro de área.
  • Construção de torre com 168 flats em sistema misto residencial/hoteleiro.
  • Projeto de mais um megaempreendimento, também com sistema de flats no sistema hoteleiro.
  • Aprovação de empreendimento imobiliário com 22 torres, somando 704 pequenos apartamentos.
  • Prédio com sete pavimentos contendo salões e salas inteiramente comerciais.
  • Pedido de aprovação para duas torres de 12 andares, agrupando o mínimo de 176 miniapartamentos.
  • Sob o semântico enquadramento como “condomínio”, aprovação para construção de diversas micro residências em único lote, antes destinado a um só imóvel residencial.
  • Cursos diurnos e noturnos voltados à áreas profissionalizantes.
  • Bares, restaurantes e suspeitas casas de lazer e boates.
  • Mal disfarçados prostíbulos.
  • Falseando a verdade, sob a proteção da declaração de “uso residencial”, antigas casas residenciais transformadas em ativos escritórios comerciais.
  • Estreitas ruas recebendo tráfego intenso, compatível com grandes avenidas.

E, se quiséssemos ocupar mais espaço nestas linhas, inúmeros outros problemas similares e decorrentes!

A AMBEU, sob coerentes, justas e sensatas reclamações de seus associados, apoiada por advogados vem realizando os serviços que lhe cabe; para corrigir as distorções inicialmente tenta utilizar argumentos aceitáveis junto aos responsáveis pelos respectivos problemas; raramente conseguindo sucesso, em seguida utiliza os canais administrativos competentes; depois, quando ainda sem resultados, apela para o judiciário, movendo as ações competentes.

Esse é o trabalho da AMBEU e seus diretores!

Você também precisa se mobilizar! A AMBEU necessita de seu apoio. Junte-se à entidade!

AMBEU – Associação dos Moradores dos Bairros Elton Ville, Uirapuru e Adjacências.
Sergio Antonio Reze – Presidente.